Gratidão e esperança foram os sentimentos presentes no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) nesta terça-feira, 30. A unidade de saúde comemorou a vitória de duas pacientes que se recuperaram da Covid-19 e receberam alta hospitalar. Antes de voltar para casa, elas foram aplaudidas pela equipe de saúde, ação simboliza o sucesso na recuperação dos pacientes.

Uma das pacientes, dona Catarina Sena, de 93 anos, faz parte do grupo de risco, mas passou a integrar uma estatística do bem: a de idosos que venceram a Covid-19. Catarina ficou internada no Centro de Diagnósticos e Especialidades de Aparecida de Goiânia, extensão do HMAP, por três dias. Apesar da idade avançada, ela não precisou ser encaminhada para unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Maria Luiza da Conceição, de 45 anos, deu entrada no HMAP no dia 19 de março e durante o período de internação precisou ser encaminhada para UTI, onde permaneceu por oito dias. Após melhora do quadro, Maria Luiza foi para enfermaria até a alta.

Referência no tratamento da COVID-19

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) é referência no tratamento da Covid-19 em Goiás. A unidade possui 245 leitos hospitalares exclusivos para tratamento do novo coronavírus.

São 160 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que estão dispostos em duas salas que atendem protocolos de isolamento. 85 leitos de semi-UTI, todos com pontos de oxigênio, se localizam em uma ala isolada das demais.