A direção da Unidade de Pronto Atendimento – UPA do Araguaína Sul informa que a unidade é concebida como um atendimento intermediário entre a Atenção Básica (postinhos de saúde) e a rede hospitalar de cada município. Uma das funções da UPA é dar atendimento a casos de baixa complexidade que saem da alçada das unidades básicas, mas que não são suficientes para chegarem um hospital de alta complexidade.

No entanto, a UPA não possui a complexidade para manter um paciente internado em cuidados intensivos ou tratar situações mais graves como fraturas, infartos, derrames ou doenças com necessidade de cirurgia, entre outras enfermidades.

Por lei (Portaria 342/2013 do Ministério da Saúde), a UPA só pode manter o paciente internado por, no máximo, 24 horas. A unidade funciona como uma retaguarda da saúde básica para depois ser referenciar os pacientes a unidades de alta complexidade, conforme a necessidade.

A UPA do Araguaína Sul informa, ainda, que, no mês de agosto de 2017, a unidade atendeu 7.231 pacientes (2.213 em pediatria e 5.018 em clínica médica). Deste total, 295 adultos foram transferidos para atendimentos na rede hospitalar da cidade (Hospital Regional de Araguaína, Hospital de Doenças Tropicais e Hospital e Maternidade Dom Orione).