Pacientes classificados com a cor azul são orientados a procurar uma UBS ou ligar no 0800 da Saúde.

Por ser uma Unidade de referência em urgência e emergência, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) recebe pessoas acometidas por doenças com os mais variados graus de gravidade. Após a triagem, alguns pacientes são classificados com a cor azul, que indica nenhuma gravidade, por isso são direcionados para a Unidade Básica de Saúde (UBS), onde é realizado o agendamento da consulta.

A classificação por cores prioriza o atendimento aos pacientes mais graves, que são triados e recebem a cor vermelha, laranja ou amarela, na ordem.

Pacientes que buscam a UPA para realizar a troca de curativos, retirada de pontos, troca de sonda, busca de medicação com receitas médicas, queixas de dores antigas e crônicas, atestados médicos, exames de gravidez, dentre outros serviços, são orientados a buscar a UBS de referência do bairro onde mora.

Segundo Noeme Lopes, Assistente Social da UPA, houve um ostensivo programa de conscientização para a comunidade explicando que o paciente não precisa encarar filas para ser atendido, basta ligar no 0800 da Saúde (0800 641 2200) e agendar uma consulta.

Depois que o trabalho educativo foi iniciado, a quantidade de pacientes classificados com a cor Azul que procuravam a UPA caiu bastante.

“Antes eram tantos pacientes com pulseiras azuis que eles acabavam esperando da parte da manhã até o final da noite para serem atendidos. Agora são, no máximo, cinco por dia”, destacou a assistente social.

Fotos: João Neto